Estudo revela que uma mutação no vírus Zika está ligada ao aumento nos casos de microcefalia

Estudo liderado por cientistas chineses constata que uma única mutação no vírus Zika antes do surto de 2013 na Polinésia Francesa aumentou sua infecciosidade para células progenitoras neurais, elevando a incidência de microcefalia nas recentes epidemias.

Leia o artigo publicado na revista Science.

Deixe uma resposta